terça-feira, 27 de setembro de 2016

FAST TRIATHLON - Etapa Pantanal

Neste domingo dia 25/09, participei da minha segunda prova de Fast Triathlon, depois de muitos anos sem competir em provas de Triathlon.
Foi a segunda prova em que uso bike speed e pela primeira vez utilizei sapatilha para pedalar.
Apesar do medo de cair , não se pode negar que elas ajudam na pedalada. Esta vez, mesmo sem ter treinado, ia ter um tempo menor no trajeto da bike, por azar, a sapatilha do freio dianteiro da bike acabou se soltando e eu tive na segunda volta ter que parar , terminar de desaparafusa la e levar ate perto do guarda que estava na guarita para deixar la para pegar depois, o que deve ter me acrecentado pelo menos uns 2 a 3 minutos, entre a desacelareação, desparefusar, guardar e voltar a pedalar, digo isso, por que apesar desse contratempo, acabei fazendo a prova em torno de 2 minutos mais lento que a prova anterior, ou seja, mesmo sem treinar iria faze la mais rapido, pois o que melhorou foi so o pedal, ja que a natação e a corrida foi quase igual. O que piorou um pouco foi a transição, principalmente a T2, acho que devido a ter que tirar a sapatilha e colocar o tenis, o que na prova anterior não precisou, ja que pedalei com o tenis que corri.
Apesar do contratempo, que faz parte do esporte, fiquei muito satisfeito de poder voltar a fazer uma prova diferente das corridas de rua.
Quero ver se no ano que vem consigo melhorar pelo menos 1 minuto na natação, uns 3 minutos na bike e 1 minuto na corrida, se conseguir ai a partir de 2018 vou mudar para o sprint.
Distancias :
Natação: 375 mts
Bike: 10 km
Corrida: 2,5 km

Tempo: 50:41

Colocação geral:27º(2º na faixa)

Abaixo algumas fotos do evento, são algumas fotos minhas e outras que peguei de alguns amigos.































segunda-feira, 5 de setembro de 2016

MEIA MARATONA DE BUENOS AIRES 2016

Neste domingo, dia 4 de setembro, participei da Meia Maratona de Buenos Aires, uma corrida que tem um trajeto plano, com grande numero de participante, terminaram a corrida 19.156 participantes. A organização disponibiliza bais por tempo, porém as pessoal não respeitarem as baias de tempo e pelo grande numero de pessoas  fica dificil imprimir um ritmo mais forte ate aproximadamente o km 7, tanto que em grande parte do inicio acabei correndo na parte lateral da rua oficial , em um trajeto do parque que margeia a parte inicial da corrida.
A prova​ tem a entrega dos kit em um espaço interessante,  porem longe da regiao central da cidade, paguei de taxi 150 pesos, ​a feira disponibiliza alguns materiais esportivos, mas pelo que vi os preço são iguais ao do Brasil,
A largada da corrida é distante do centro(aprox.10km), em um local de difícil acesso, ao lado do estádio do River Plate,  pois não é servido por metro, alem do que o metro so funciona a partir das 8 hs aos domingo.
Para ir para a largada aproximadamente 10 km do centro​ tem que ir de taxi e o transito fica bem complicado para chegar, no nosso caso saimos do hotel as 6;10 no centro da Cidade e devido aos desvios e do transito pesado, acabamos chegando ao local as 7:15hs, ou seja, em cima da hora da largada que foi as 7:30hs, por isso na minha opinião quem for participar, deve sair bem mais cedo para não se chegar em cima do horário como aconteceu conosco. Para voltar nos acabamos tratando com o taxi que nos levou e ele ficou nos esperando, o que acabou saindo caro, ele cobrou 125 reais por pessoa. Não sei como é para se voltar ao final da prova, pois não vi taxi por la,parece que da para vir de onibus ate uma parte e depois de metro.
Com relação ao metro, para se andar no metro eles nao vendem bilhetes avulsos, vc tem que comprar um cartao que em alguns lugares custava 40 pesos, nos pegamos um em um centro de turistas de graça, porem vc na primeira carga tem que carregar acima de 25 pesos, que é o custo do cartao, quando se paga os 40 pesos estes 25 pesos ja estao inclusos, so que vc tem que carregar o valor que vai gastar nos trajetos, os preço do trajeto  é de4,5 pesos e do onibus 6,5 peso.
O clima nesta época do ano geralmente é frio, este ano largamos com 9ºC, com sol, porém frio, o que é sempre bom para correr. ​
O trajeto bem até a região central, passando pelo obelisco da 9 de julho, vira a esquerda e vai para a região de Puerto Madero e volta, na volta se passa por um viaduto, mas nada que tenha uma grande altimetria.
Assim como na maioria das provas aqui na America latina eles utilizam chips que não são descartáveis e a distribuição de agua é em garrafas, nesta prova as garrafas eram pequenas o que faz com que se tenha pouco desperdício, uma pena que eles não tenham copos como aqui no Brasil. Eles disponibilizam pontos de Gatorate e de meias laranjas e meias bananas, o que ao meu ver não adianta nada e só serve para sujar a pista com possibilidade de acidentes, já que meia laranja ou meia banana não irá fazer nenhuma diferença.

Tinha como programação fazer a prova em 1:45, mas acabei fazendo em 1:46:18, tempo oficial.

Como faço 60 anos agora dia 15 de setembro era para eu estar na faixa 60 – 64 anos, mas no resultado oficial publicaram meu nome na faixa 55 – 59 anos onde fiquei em 169. Outra coisa diferente é que no site do evento o resultado é somente em uma planilha excell e não aparece por faixa etária, pelo menos eu não consegui ver esta opção.

Distancia: 21,121 km
Tempo: 1:46:18
Colocação geral: 6021

Abaixo algumas fotos do evento:



























Um pequeno video que fiz da corrida:

domingo, 21 de agosto de 2016

2ª CORRIDA DUQUE DE CAXIAS 2016

Hoje tivemos a segunda edição da corrida Duque de Caxias , realizada pelo 44º Batalhão de Cuiaba.
O percurso é um pouco pesado com algumas subidas e feito quase que integralmente na perimetral , eu pessoalmente gosto muito deste trajeto, o bom foi que este ano tivemos um tempo atipico para esta época do ano, com um clima frio e que amanheceu com uma garoa fina, ou seja, um tempo ótimo para correr.
Tivemos as opções de 5 e 10 km.

Trajeto:10 km
Tempo:49:42
Colocação: 74 geral( 2º Fx etária)


Abaixo algumas fotos do evento
















Um pequeno video da prova